Radio Music Player Free Online

quinta-feira, abril 16, 2009



Prosa com o tempo

Minha prosa é curta,
porque curto é o meu tempo
e as horas que me sobram,
cobram um preço
É valor alto
que bem sei
não vou pagar .
- E você aí ?
- Tem tempo ?
- Tem prosa ?
Siga esta minha receita,
a prosa até encurta,
mas ninguém furta
teu direito de questionar
o ruído cruel d´um relógio
contra ele
um bom brado engrossa !
Afinando a prosa ,
não duvide ,
que o tempo se rende .

3 comentários:

Cármen Neves disse...

O tempo pode ser amigo, ou inimigo.Um abraço,

celina vasques disse...

O tempo...esse inexorável senhor que tudo apaga e destroi!


Lindo...Lindo!


beijos meus poeta!

Patty Montenegro disse...

Olá Ivan,
É com muito prazer que venho em seu Blog. E aqui voltarei diversas vezes para acompanhar o seu trabalho.
"Prosa com o tempo" balançou meu coração. Porque sempre tenho essa 'discussão' com o tempo. Que não controlamos. Que não pede licença e segue em frente.
Belos poemas. Parabéns
Abraços
Patty