quarta-feira, março 18, 2009



Thaís - milha filha mais velha - e eu , ao lado de um "moderno" veículo utilitário ( coisa comum de se ver nas ruas de SALTO no Uruguay. E abaixo meu poema COLEÇÃO :

C o l e ç ã o

Vou colecionar pecados
Próprios e alheios
Cúmplices e recíprocos
Pecados de amor
Só eles – só esses
Nenhum dos outros
Mas muitos deles
Se possível todos
Quem sabe estuda-los
Cataloga-los
Para guarda-los
Depois já classificados
Renovar os pecados
Beijar os lábios
Extirpar os zelos
Acariciar os seios
Alisar os pêlos
E sem nada de receios
Vou selar meus legados
E só depois, bem depois
Ensaiar pedidos de perdão

2 comentários:

Compulsão Diária disse...

Começando bem na blogosfera!
Esta coleção mostra tantos postados,
tantos zelos - os extirpados foram os excessos - não porque pedir perdão.
Alise, acaricie o blog.
Está bem bacana.
Aos poucos, leio e comento.
Abraço terno

Benny Franklin disse...

Grande, Ivancezar!

Boa!

Me alcei a seus preferidos. E: esse poema é de prima!

Forte abraço!