Radio Music Player Free Online

terça-feira, maio 05, 2009

Prisioneiro

Fui detento em cárcere privado
Desafiei o poder dos pássaros
Quis voar num sonho desvairado
Despertei precisando de reparos

Ambicionei ser como o beija-flor
Sem entender que é proibido
Raptar o jardim e ter toda a cor
O pesadelo fixou-se envaidecido

Dormia ao som de roncos e rancor
Nas manhãs acordava entristecido
Só os pássaros detém o esplendor
Voam de encontro ao escondido

Não consegui curar minha louca dor
Retomei então o vôo arremetido
Para na noite arejar um sonho voador
E acordar vendo nascer um foragido

2 comentários:

Joe_Brazuca disse...

Todos acabamos sendo prisioneiros...de um jeito ou outro... as vezes até de nõs mesmos !
O importante é termos sempre um porto seguro por onde escapar....

um abraço
Joe

tania não desista disse...

devagarzinho...vamos construindo a melhor das liberdades...a interior.
podemos começar..até pelos sonhos!
muito bom ivan!
tanianaodesista