Radio Music Player Free Online

terça-feira, janeiro 11, 2011


Binômio

Um não que é dado
sem nenhuma razão
Padece como sendo
tão ruim e leviano
Quanto um sim
à fome do leão
Eis os fiéis traços
do homem mediano
Presos na ótica
D´uma curta visão
A ponta do meio
faz o que é humano
Nada faltando,
estende-se a mão
Fazendo disso
ar puro e cotidiano
Pois o equilíbrio
não é mera ilusão
Erros em série
eternizam o dano
Te espera o justo
n´outra estação
O sim e o não
Sempre dão
Chave ao engano.

8 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Que obra-prima, Ivancezar!
Versos magníficos!
E além disso, poema filosófico...
Encantei-me, querido amigo, grande poeta!
Forte abraço da
Zélia

Chica disse...

Maravilha! Há de se ter ponderação ao pronunciá-los...abraços,chica

Sônia Silvino disse...

Ivan querido!
Lindo texto!
Parabéns pelo aniversário da filhota!
Façam uma bela viagem, divirtam-se e depois nos conte. rs
Beijos aos dois!

Pérola disse...

Muito lindo seu poema.
Vc é muito bom meu amigo.
Nossa que máximo!!! Vc vai para a Europa? A filhota merece tenho certeza disso.
Boa viagem meu querido,vou estar aqui te esperando, traga muitas novidades e muitas fotos vou amar ve-las.
Beijokas mil.

MAR disse...

He traducido pero no he entendido bien el poema.
Pero acá estoy.
Un abrazo grande para ti.
mar

Amizade disse...

Caro amigo

Temos o prazer de convidar-te para comemorar connosco, a partir de hoje e durante três dias, o aniversário do nosso blog.

A festa ocorrerá no nosso Farol.

Contamos com a tua presença.

Um grande abraço

Argos, Tétis e Poseidón


P.S. Como prova do carinho, apoio e amizade que sempre recebemos de ti, gostaríamos que aceitasses e levasses para o teu blog o selo comemorativo do 2º aniversário do nosso “Um Farol Chamado Amizade”.

Nilza disse...

Mas infelizmente são eles que equilibram nossas vidas, determinam alegrias ou tristezas...são os contraditórios que dão rumo aos nossos caminhos.
Beijos querido amigo.

aikatherine disse...

Muito lindo seu poema.
Vc é muito bom meu amigo.