terça-feira, maio 24, 2011

VAIDOSO

V A I D O S O



Se um sujeito se abriga
em lata polida
N´ela vai destilando
A sua vaidade
E nem desconfia
Q´está delirando
Tome cuidado !
Pois toda moda
Por demais enaltecida
Tem muito pouco
de conteúdo e verdade
Vertida na roda
Da sua biografia

8 comentários:

Celêdian Assis disse...

Boa tarde, meu amigo Ivan!

A vaidade nunca é boa conselheira e o vaidoso sempre peca pelo excesso de auto valorização, que quase sempre redunda em uma exposição antipática.

Um abraço mineiro,
Celêdian

✿ chica disse...

Linda poesia com uma grande verdade.

abraços,tudo de bom,chica

iglesiasoviedo disse...

Gracias por tu visita y comentario.
Una preciosa poesía con un poso de verdad que es difícil de negar.
Un abrazo.

La Gata Coqueta disse...


Me encuentro descansando unos días en mi tierra bañada por el mar Cantábrico.

Pero no por ello dejo de sentir la necesidad de pasar a dejarte unas letras para saludarte y desearte un hermoso fin de semana como presiento va a ser el mio también.

Mis disculpas por no pasar a principio de semana, por más que lo he intentado me ha sido imposible...

Desde esta tierrina donde estoy disfrutando de una vegetación de tan frondoso verdor, te envío un inmenso abrazo repleto de mi cariño!!

María del Carmen

Norma Villares disse...

IVAN, obrigada pela visita. Mais uma vez você está trazendo algo para reflezão. A Vaidade, sorrateira inpregna na mente, e o pior é sutil e tem fios de amizade com a prepotência e arrogância, risos.
Linda poesia, realmente é uma grande verdade.
Abraços

Carmem disse...

Obrigada pelo carinho de sempre.

Qto á vaidade...
É boa, importante, qdo q.b., que nem o sal!

Vaidade imponente, altiva, não merece nem um olhar...

Agora, essa vaidade feita tipo carimbo, tipo "copy-paste", essa será talvez, ridícula, pois que tira toda a essência do indivíduo enquanto único, é isso né?

Lá estou cá eu nos meus discursos...

Mas adoro o que você traz pra gente, tem sempre um "quê", que vale a pena, que nos dá vontade de pensar.

Abç

Nilza disse...

E nem vamos falar do narcisismo intelectual...este é tão ou mais insuportavel que o outro...

São disse...

Oscar Wilde escreveu que a moda era uma coisa tão horrorosa que era essa a razão de ser mudada de seis em seis meses...

O tropeiro aí de baixo deveria ter perguntado antes, não? rrsss

Bom fim de semana