Radio Music Player Free Online

sábado, março 19, 2011

Cercanias


Na vastidão das encostas


Onde estavam os sinais

Lá transitavam eles e elas

Buscando fatos e respostas

Criavam expectativas fatais

Horas fatiadas em rodelas

Porções de muitas propostas

História de múltiplos finais

Emoções presas nas celas

Enquanto verdades dispostas

Se refugiavam nas cercanias

27 comentários:

María disse...

En la inmensidad de la naturaleza existen bellezas que decoran nuestras miradas, emociones que todas llegan al corazón.

Un beso y feliz día, amigo.

Mariza disse...

Olá Ivan, sempre bom dar uma passadinha aqui,gosto muito de suas poesias.
abraço e Um Final de Semana com muita Paz.

Nilza disse...

As verdades sempre procuram refugio em qualquer encosta dependendo da substancia que é moldada, encosta até á beira dos abismos...
Beijo Ivan querido.

Sônia Silvino disse...

Ivan querido!
Feliz Dia do Blogueiro!!!
Tenho um selo para você aqui:
http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com
Caso já tenha levado, obrigada!
Deixo um presente:

Se você é...

Se você é um vencedor,
terá alguns falsos amigos
e alguns amigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,
as pessoas podem enganá-lo
Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir
Alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
As pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final de tudo
Será você ... e Deus.

E não você ... e as pessoas!

Madre Tereza de Calcutá

Um lindo domingo para você!!!
Aguardo a sua participação na Confraria da Soninha:
quantas vezes você quiser!

Beijinhos, muitos!
Sônia Silvino

Chá das Cinco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chá das Cinco disse...

Ivan meu querido,
eu não acreditei quando li que não mais seguia teu blog.
Super estranho isso!!!!

Nunca deixaria de segui-lo, mas posso ter confundido "as bolas".
Sei de uma coisa, algo fora do meu conhecimento aconteceu.

Não importa, o que importa é que a tua atitude emocionalmente madura fez este erro ser reparado.

Sempre soube que você é homem o suficiente para encarar os maus entendidos sem rodeios e sem medo de questinar as suas dúvidas.

Eu não estava errada no conceito que tenho sobre ti.

Obrigada de coração, é uma honra poder estar aqui no teu blog.

Um grande beijo meu amigo
Gemária Sampaio

Chá das Cinco disse...

Ivan,
estou sim, clique duas vezes na palavra "próximos" dos teus seguidores, estou lá com um vestido preto sentada de lado, o meu cabelo ainda estava mais curto e bem mais loiro.

Me conta depois se achou?
Beijos meu lindo
Gemária Sampaio

Amizade disse...

Olá amigos

Feliz Dia do Blogueiro!...

Tens um selinho no nosso Farol.

Beijinhos e abraços dos amigos,

Argos, Tétis e Poseidón

Úrsula Avner disse...

Olá poeta,

lindos versos bem articulados, melodiosos, em rimas gostosas de se ler... Grande abraço e grata pelo carinho de sempre.

La Gata Coqueta disse...

La primavera nos abraza enamorada con su llegada...

Ya se vislumbran los incipientes colores que como mantos van cubriendo los campos y laderas. El rocío los saluda y ellos les responden bailando la danza de la espesura...

Un abrazo bajo la sombra del abedul balanceando sus hojas al ser acariciadas por la aurora vespertina.

María del Carmen

São disse...

Uma foto cheia de serenidade e um poema bonito.

Obrigada e boa semana

chica disse...

Maravilhosa foto que dá a paz e uma linda poesia, cheia de inspiração! abraços,tudo de bom,chica

cleopalavras.blogspot.com disse...

Ivan!
Obrigada pela visita e simpáticas palavras.
Encantada com tuas produções.
A nossa eterna busca por respostas...
Abraço grande!
Cleana

Imagem e Poesia disse...

Olá, Ivan! Meu bom amigo blogueiro e excelente poeta!
Andava eu fugida de teus espaços...
Uma maravilhosa recepção tive eu, com estes teus versos.
Retomarei minhas visitas a ti.
Beijinhos
Ceiça

La Gata Coqueta disse...

Paso a saludarte mientras me sea posible y el tiempo me lo permita, para acompañarte en el fin de semana, produciéndome una grata emoción compartirlo contigo.

Al permitirme disfrutar de tus entradas, pensadas con la lógica del sentimiento para satisfacción de todos los que tienen el gusto de leerlas y opinar del tema sobre el que verses.

Con afecto por mi parte me despido, hasta otro memento que nos siga aportando reforzar la amistad a través de las palabras en equilibrada armonía...

María del Carmen

Belkis disse...

Señales que nos muestran la belleza del entorno que aflora para acompañar nuestros sueños.
Un placer saludarte Ivancezar

MAR disse...

Linda foto y lindo poema.
Un abrazo grande y lleno de cariño para ti.
mar

Perola disse...

Fantástico meu querido amigo. Tu viu que eu tenho um escrito teu no meu blog?
Parabéns meu amigo,um exelente fds.
A música também é linda!!!
Bjsssssssssssssssssss

Sônia Silvino disse...

Oi, querido!
Como está a conexão? Melhorou? Isso irrita, não é amigo?! rsrsrs
Vim te ler e deixar muitos abraços e beijos!
Bom final de semana!

Denise Vieira Doro disse...

Olá Ivan! Lindo seu poema! Nada como enaltecermos as belezas que a Natureza nos contempla. Abraços!

Janita disse...

Olá Ivan.
Imagem e texto num enquadramento perfeito.
Aves pousam docemente ns águas límpidas e cristalinas. Transitando livremente na vastidão das encontas, onde encontram o alimento que a Mãe Natureza lhes oferece.
Como era bom que a vida do ser humano pudesse ser assim!
Um forte abraço, meu amigo.
Janita

Janita disse...

Ivan, aqui estou de novo!
Tenho, aqui em Portugal, amigos brasileiros que já me disseram, que a palavra "rapariga" no Brasil tem um sentido pejorativo.
Como podes ver, entre nós, portugueses, é perfeitamente natural.
Apesar da Língua ser a mesma, há cambiantes muito diferentes.
Eu, por exemplo, quando ouvi pela primeira vez, numa novela, a expressão "garota de programa" fiquei sem saber o que isso queria dizer!
O que realmente interessa é que somos todos irmãos...
Um beijo de luz e harmonia.
Janita

Norma Villares disse...

Ivan
O meu blog teve alguns problemas, no comentário, eu não conseguia entrar, por último o typinic sujou todo blog.
Estou tentando voltar.
Outra coisa, eu não deixei de acompanhar seu blog não.
Eu só deixei de acompanhar os blogs que desrespeitam, escrever palavras de baixo calão.
Nunca deeixaria de acompanhar seu blog.
Eu não sei o que está acontecendo.
Obrigada por me avisar.
Grande abraço amigo
Norma

María disse...

Hola, Ivancevar:

Venía a desearte un feliz día, esperando tus nuevas publicaciones.

Saludos.

gaviota disse...

la belleza es el culmen de la mirada un paisaje en si es suma belleza enagenada besitos de gaviota en vuelo.

Recomenzar disse...

Interesante tu blog Siempre en la básqueda de descubrrir nuevas letras me acerqué al tuyo saludos desde mi meta

Carmem disse...

Meu deus do céu, Ivan!!!!!!
Poema lindo e suave, delicado, como o toque da fina seda, me apetece dizer-te.
E este seu pequeno trecho:
"Horas fatiadas em rodelas

Porções de muitas propostas"

é simplesmente Arte.
Como você usou e abusou da dança de palavras...
Amei.
E... as emoções são presas...
E as verdades escondem-se, guardam-se...
Belíssimo.
Reparei que o publicou num Sábado, pois lhe digo: foi um dia proveitoso, valeu-lhe somente que seja por este poema curto e de enorme verdade.
Abç amigo