quarta-feira, março 10, 2010


SONETO À FILHA

Que tu, minha filha, sejas assim
Sempre uma pessoa inteira
Mas presa a um ser intangível
Que andes no perímetro de mim

****

E que ainda plena e verdadeira
Fujas da linha do impossível
Sem ouvir os parâmetros do fim
Nem temer a inefável besteira

***

Que debeles o arco do invisível
E na aventura azul vestida de brim
Faças dos sonhos a arma certeira

***

Que tu , minha filha, venças assim
Sem receio aos mitos do invencível
Ou ao paredão humano da geleira

14 comentários:

Nydia Bonetti disse...

"Faças dos sonhos a arma certeira". Achei tão bonito, isto Ivan. Uma declaração de amor paterno. Lindo o soneto, lindas as filhas! Abraços.

Pérola disse...

Boa noite meu querido e muito obrigado pela visita.
A principio, qual das duas é sua filha?Ou as duas são?
Amei o soneto e as duas são lindas demais.
Esse é um dos amores verdadeiros e fiéis.Parabéns pelas filhas,pelo soneto e pelo blog.
Voltarei com mais tempo para apreciar.
Um beijo grande.

Úrsula Avner disse...

Oi Ivan,

muito bonita e delicada a homenagem poética feita á sua filha, que aliás é muito bonita. Ser um pai sensível é atributo de poucos homens... Um abraço,

Úrsula

Nilza disse...

Querido Ivan,
Ia comentar algo, mas resolvi deixar fragmentos de um poema que fiz ao meu filho.
Parabéns querido, tens belas meninas.

"(...)Talvez eu é que não esteja madura o suficiente para meu fruto,
Mas jamais te passarei falsos valores e falsas ilusões
Terás que ser vencedor de ti mesmo,
dono das tuas virtudes e verdades,
porque teu pior inimigo será sempre tuas dúvidas
portanto, não se apegue em demasia ao ponto de interrogação
nem dê intimidade ás virgulas e reticências,
enfrente seus medos sempre com um pouco de medo
porque é o temor que nos desperta para o enfrentamento.
Se quiseres inserir-me nesse teu novo mundo
Nunca estarei velha para tuas novas verdades
Se rires...rio contigo, se chorar... também choro contigo
E quando sentires saudades do teu tempo de menino
Vem reclinar-te no meu colo, meu coração e braços..."

Beijo

Zeus disse...

Me deixou sem palavras ao descrever tamanha homenagem a esta que quero crer é a pupíla de seus olhos,a razão de sua labuta e com certeza a alegria de seu lar.
Parabéns pela dedicação e torço para que ela possa ser no futuro a sua certeza de papel de pai perfeitamente concluido meu bom amigo.

Um abraço.

Almirante Águia disse...

Bela oração que clama pela lucidez no futuro. Parabéns.

Ivan, tenho andado muito ocupado, trabalhando numa região sem internet, o que torna um pouco díficil manter contato e até mesmo fazer atualizações em meu blog, mas acredito que em pouco tempo possamos estar interagindo mais.
Obrigado pela atenção.

Altair Ramos

Juscelino disse...

Ivan, meu caro colega, parabens pelo seu blog de nível ímpar e bem produzido. Espaço para buscas sem fim.
Grande abraço.

Angélica T. Almstadter disse...

Oi Ivan Espero que não seja nada de grave e que vc já esteja completamente recuperado. Eu ando ausente também por motivos tantos.
Adorei o poema pra filha, nossos filhotes nos inspiram também não é? E ela é linda viu. As duas são suas filhas? Beijokas

O NOVO POETA disse...

querido amigo desejo saúde e paz.

estou tendo o prazer ler lindos trabalhos em seu blog, eu também estive meio ausente, desculpe.

um ótimo final de semana e fique com DEUS.

GRAÇA GRAÚNA disse...

Meu querido Ivan: parabens pelo poema e sobretudo pelo desejo de ver o outro em sua totalidade. Tua filha deve sentir bastante orgulho. Feliz de quem tem um pai tão presente. Paz em Ñanderu, Grauninha

Pérola disse...

Boa tarde meu amigo.
Amei o seu comentário,foi bastante confortante.
Obrigado pelo carinho.
Um beijo grande.

jefhcardoso disse...

Minha filha, és parte de mim.
Minha filha, experimente.
Minha filha, não desista dos sonhos teus.
Minha filha, vibre.
Minha filha, como eu te amo!

Parabéns Ivan! Parabéns por sua família e por esse carinho manifesto de forma tão sublime, num poema.

Abraço do Jefhcardoso (pai da Ana e do Davi).

Ianê Mello disse...

Ivan,

belíssima declaração de amor através desse soneto dedicado às suas filhas.

Parabéns pelas lindas filhas!

Grande beijo.

IVANCEZAR disse...

Neste soneto a inspiração me veio dessas duas garotinhas que estão na foto , mas ele se destina a todos (as) os pais e mães e a seus (suas) proles - tesouros - bom que tenham gostado - grato pelas visitas !