sábado, fevereiro 27, 2010


Acidente

Já consumado o acidente
O tempo, senhor , reclamou
Foi cobrada a tarifa e o valor
Devidos ante o incidente

Tudo na verdade mudou
Sem dispensar frio expediente
De nada o choro adiantou
E nem mesmo aliviou a dor

Porque consumado o acidente
Veio o depois ... que sobrou
Vítimas da verdade pendente
Na sinistra fusão da viva cor

10 comentários:

Nilza disse...

Querido Ivan,

Que bom ver-te reestabelecido, já passei por essaa dituações e sei como é traumatizante, dolorida física e emocionalmente.
Costumo chamar a essas fase de vermelho e preto((le Rouge Et Le Noir) parodiando Sthendal.
Bela poesia,estava sentindo sua ausência.
Obrigado pelas felicitações e delicadeza no comentário, você é um doce.
Beijos

Rosan disse...

olá.
parece que estas melhor,
o poema ficou lindo, gosto de da colocação em versos do que acontece na vida real.

bom domingo.

Beijo

Ianê Mello disse...

Ivan,

me desculpe, se você esteve adoecido eu não soube.
Espero que esteja se restabelecendo bem.

Belíssimo poema, amigo.

Grande abraço.

Zeus disse...

Fico feliz com o seu regresso e faço votos de felicidades para você juntamente com todos os que lhes são queridos.
Seja bem vindo caro amigo...

celina vasques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
celina vasques disse...

Na verdade querido poeta, não soube de teu acidente!
Senti tua falta ralmente no meu blogger, mas tb tive alguns problemas de ordem emocional e tenho vindo bem pouco a essas plagas.
Mas, fico feliz que tudo tenha passado, que estejas bem e tua familia tb. Porque o mais importante de tudo é estarmos vivos!
Deixo aqui o meu carinho, a minha solidariedade, e com a certeza que sempre poderás contar comigo, mesmo de longe pode dispor no que precisar!
Um grande abraço de afeto e beijos pra ti e tua familia!

jefhcardoso disse...

Ivan, é isso aí. Não derramemos mais lagrimas pelo dano instalado.

Abraço: Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Benny Franklin disse...

Mestre, Ivan!

Feliz pelo seu restabelecimento.

Vc, poeta querido, repousa merecido na parte mais preciosa do meu peito.

Grande Abraço!

a) Benny Franklin

Nydia Bonetti disse...

Ivan

Bom te ver(ler) outra vez. Sentimos tua falta. Espero que tudo volte ao normal e que se restabeleça breve e completamente.

Grande abraço!

Norma Villares disse...

Hum! Que barra passou. Eu não sabia. Em que posso ajudar hoje?

Mas, voltou com cheia de força.
Isso mesmo bola pra frente. Muita energia e vitalidade para recomeçar.
Obrigada pela visitinha, tomou um um cafezim gostoso com pão de queijim assadim na hora.
Grande abraço