Radio Music Player Free Online

sexta-feira, outubro 15, 2010


Soneto da Instabilidade

-------------------------------
Ela jamais pretendeu te ferir

Sabia da fria susceptibilidade
Emaranhada em ocultos cachos
De invisíveis uvas agridoces
------------------------------

Ela simplesmente queria rir
Abafar essa tua dura hostilidade
Tão comum aos bichos machos
E todos seus ímpetos precoces
-------------------------------

Ela , deves ver , só sonhou dividir
Pelo imenso parreiral da felicidade
Algumas flores pelos muitos galhos

--------------------------------
Nunca gostou de tanta instabilidade
Pois foi feita mulher e veio para parir
Consagrar amor em meio às foices