Radio Music Player Free Online

sábado, setembro 26, 2009




Reencontro

Quando se está à deriva
Em caminho perdido
Uma voz é bem vinda

Orientando n´um sentido
Indicando novo destino
Mirando uma linha finda

Anjo anônimo intrometido

Face amável da vida linda

sábado, setembro 12, 2009

Muralha

Minha cidade está triste
Um mau cheiro se espalha
O povo a tudo só assiste
Fiéis afundando a navalha
oooOOOooo
E um discurso que insiste
Na posse de toda a medalha
Nem santo à lógica resiste
Tanta ganância só atrapalha
oooOOOooo
Hoje a cidade é só despiste
Curvada à visão canalha
Mas longe há quem aviste
No horizonte uma muralha

quinta-feira, setembro 03, 2009

Literatura

Um texto leve e simples
Tímidos versos humildes
Que não foram à escola

Querem o direito à leitura
Entenda-se que os nicles
Tão imunes aos palpites

São salário da manufatura
Ou míngua pobre da esmola
Na periferia da literatura

Circo das vozes sem timbre
Tablado de versos rebeldes
Onde a fama é só miniatura